Médicos ofereceram atestado para Temer não trabalhar até 31/12/2018

O presidente Michel Temer recebeu alta hoje às 10h da equipe médica do Hospital Sírio-Libanês, na cidade de São Paulo, onde passou por uma angioplastia de três artérias coronárias na noite da última sexta-feira.

De acordo com funcionários do hospital, os médicos que atenderam Temer passaram horas tentando convencer o presidente a aceitar um atestado para ficar em casa sem trabalhar até o fim do seu governo. Como a tentativa não deu certo, médicos de outras especialidades procuraram Temer e ofereceram atestados médicos de todos os tipos para que o presidente não trabalhasse até o dia 31/12/2018.

“Até dentista apareceu no quarto do presidente dizendo que ele não poderia trabalhar até o dia 31 de dezembro do ano que vem. O motivo seria porque ele precisava colocar aparelho nos dentes”, disse a enfermeira Ângela Batista.

O ginecologista que atendia uma paciente no quarto ao lado da que Temer estava também tentou afastar o presidente do cargo. “Falei um monte de nome técnico e tentei convencê-lo a parar o trabalho e ficar em casa, mas não consegui e peço perdão ao povo brasileiro”, disse Sérgio Chagas.