Alerj vota para 17 de novembro ser o dia de ‘santa Carmen Lúcia’

Após a polêmica votação em que livrou da cadeia o presidente da casa Jorge Picciani e os deputados Paulo Melo e Edson Albertassi, a Assembleia Legislativa do Rio votou um projeto de lei redigido na hora que cria o “dia de Santa Carmen Lúcia” no Rio de Janeiro.

A pedido da bancada do PMDB na casa, o deputado Chico Laranja apresentou o projeto que torna o dia 17 de novembro feriado facultativo em nome da ministra do STF Carmen Lúcia, que com seu voto decisivo devolvendo o mandato a Aécio Neves, criou jurisprudência para que o legislativo tenha a última palavra quando da prisão de seus membros.

Quando foram informados de que Carmen Lúcia ainda era viva e não havia sido canonizada pelo Vaticano, um deputado estadual do PMDB falou: “Não se preocupe. Essas duas coisas a gente resolve rapidinho”.