Pessoas que caíram no golpe do 14º salário no Whatsapp esqueceram em que país moram, diz estudo

Um novo golpe de Whatsapp pode ter afetado mais de 350 mil pessoas, de acordo com uma reportagem da revista Exame. O golpe prometia a pessoas nascidas entre janeiro e junho que foram contratadas em 2014 ou 2015 um décimo-quarto salário a ser retirado na Caixa Econômica. O link, além de espalhar o golpe para mais dez contatos, baixa vírus no celular da vítima.

Um estudo encomendado pelo Sensacionalista aponta que as 350 mil pessoas que caíram no golpe provavelmente não são boas de geolocalização. “Achamos que as pessoas pensam que nasceram na Finlândia, na Suécia, enfim, em algum país do norte europeu”, disse um pesquisador.

“Achar que em 2017 o governo dará um salário mínimo de graça do nada só pode significar que a pessoa esteja alucinando que mora num país rico, já que analfabeto ela não pode ser, uma vez que leu a mensagem”, completou.