Grupo sequestra Obama e só o libera se ele se candidatar à presidência do Brasil em 2018

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, desembarcou no Brasil para uma palestra no Fórum Cidadão Global, que aconteceu hoje em São Paulo, promovido pelo jornal Valor Econômico e pelo Banco Santander. Desde que deixou a presidência dos EUA, esta é a primeira vista de Obama ao Brasil, e o encontro tem como objetivo “iniciar um diálogo sobre a responsabilidade das pessoas na construção de um futuro melhor”, segundo os organizadores. Após a palestra, no entanto, Obama desapareceu.

Organizações internacionais foram acionadas e procuraram, por horas, o ex-presidente, até que um grupo ainda não identificado entrou em contato revelando ter sequestrado Obama.

“Manteremos Obama sob nossos cuidados até outubro de 2018, quando ele será obrigado a concorrer à presidência do Brasil” diz um vídeo enviado pelo grupo, que já viralizou no WhatsApp.

Um brasileiro que faz parte do grupo que busca por Obama deu uma entrevista exclusiva ao Sensacionalista. Ele não quis se identificar: “A princípio estávamos muito preocupados, mas quando descobrimos que ele foi sequestrado para que concorra à presidência no ano que vem, decidimos atrapalhar a investigação por dentro” contou. “Mais cedo nós mudamos a senha do wi-fi e à noite pretendemos enviar um vídeo, como se fosse dos sequestradores, mas com o gemidão do zap”, disse.