PF desconfia que PMDB é organização criminosa e que Chapolin seja o Chaves

A Policia Federal concluiu o inquérito que apura se integrantes do PMDB da Câmara formaram uma organização criminosa para desviar recursos públicos. Os investigadores encontraram indícios de formação de organização criminosa que envolvem o presidente Michel Temer, os ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Alves, o ex-ministro Geddel Vieira Lima e os ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha, todos do PMDB.

Em nova investigação, a PF desconfia agora de que Chapolin e Chaves sejam a mesma pessoa.

“Os indícios apontam nessa direção, estamos avançando nas investigações e cada vez mais desconfiados de que se trata da mesma pessoa”, dizia uma nota da Polícia Federal. “Sobre o PMDB da Câmara ter agido como organização criminosa, também desconfiamos fortemente, mas certeza ainda não temos”, dizia o comunicado.

Os investigadores afirmaram que devem divulgar uma conclusão sobre os casos do PMDB e do Chapolin assim que finalizarem uma outra investigação que apura se Clark Kent é ou não o Superman após analisarem imagens dos dois.