Geddel é preso e não tem tempo nem de arrumar as malas

O ex-ministro Geddel Vieira de Lima foi preso hoje pela manhã em seu apartamento em Salvador. Ele deixou o prédio onde cumpria prisão domiciliar cobrindo o rosto com uma mala, como se ninguém o conhecesse.

Geddel reclamou com os policiais porque queria ao menos arrumar suas malas. Ele foi levado para o aeroporto e deverá ser encaminhado ao presídio da Papuda, em Brasília. O ex-ministro acabou sendo preso antes de realizar o sonho de fazer uma piscina de dinheiro, como o Tio Patinhas. Ele já encomendara um maiô de cifrões.

A polícia temia que Geddel destruísse provas. Uma perícia encontrou digitais do político nas notas encontradas em suas malas que somavam R$ 51 milhões.

A polícia apreendeu um Galaxy Note de Geddel. O conteúdo pode ser explosivo.