Brasileiro envia carta a Kim Jong-un pedindo para adiar guerra pelo menos até o fim do feriadão

Henrique dos Santos Braga, carioca de 26 anos, entrou para a história após escrever uma carta para o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, pedindo para que a guerra seja adiada pelo menos até o fim do feriadão no Brasil.

“O ideal é que não ocorra guerra nenhuma, é claro, mas se for para acontecer, peço que o senhor deixe pelo menos para depois do feriadão. Já estou com passagem comprada, comprei sunga e cadeira de praia novas, se estragarem meu feriado vou ficar arrasado”, dizia Henrique, na carta que escreveu em coreano usando o Google Tradutor.

O ditador da Coréia do Norte teria lido a carta mas não entendeu o significado de férias e não deu resposta ao brasileiro.

Enquanto isso, nos EUA, o presidente americano Donald Trump enviou a Kim Jong-un um vídeo game com jogos de guerra e um celular com o Tinder instalado, para tentar tirar a guerra da cabeça do ditador coreano.