Paulo Silvino foi para o céu ficar no portão conferindo cara e crachá

O ator Paulo Silvino morreu na manhã de hoje, aos 78 anos, enquanto lutava contra um câncer no estômago. O ator estreou na TV Globo em 1967 e passou por muitos programas e interpretou personagens lembrados pelo público até hoje. Em 2005, estreou seu personagem de maior sucesso, o porteiro Severino, que deveria conferir quem se apresentava na portaria da TV Globo. Com Severino surge o famoso bordão “cara, crachá”.

No momento, o papel de Paulo está sendo ficar no céu ajudando São Pedro, na portaria, a conferir cara e crachá dos que tentam entrar lá.

Quando chegou no céu, a primeira coisa que ele falou a São Pedro foi que, desde pequenininho, sua mãe olhava para ele e dizia que um dia seria porteiro do céu junto com São Pedro.