Aos 43 anos, homem está em sua sexta graduação para continuar pagando meia-entrada em cinemas

Aos 43 anos, Afonso Pereira está em sua sexta graduação. Ele já se formou em direito, ciências da computação, design de interiores, design gráfico, cinema e está quase se tornando médico também. A emocionante história de superação começou em 1996, quando Afonso estava prestes a se formar na sua primeira graduação e percebeu que seu desconto de meia-entrada para estudantes estava prestes a acabar. Ele precisou ir além.

Afonso, então, decidiu estudar e entrar em uma nova faculdade para garantir sua meia-entrada, foi aí que passou no vestibular e se formou também em ciências da computação. Assim por diante, Afonso viu sua vida acadêmica se tornar sua vida profissional e, hoje, segue carreira sendo estudante em tempo integral e dando palestras sobre como manter sua meia-entrada.

“Eu descobri que era mais barato continuar estudando do que pagar o valor inteiro do ingresso do cinema” contou Afonso.

Prestes a completar sua sexta graduação, ele diz que não pretende parar por aqui.

“Acho que no ponto em que estou, já posso pensar em um mestrado e, quem sabe, até um doutorado. Com a Lei de 2013, agora estudante paga meia em vários outros tipos de evento. Pretendo passar minha aposentadoria estudando e conhecendo o mundo, pagando meia”.