Mulher que salvou um link do Facebook para ler depois e realmente leu desafia a Ciência

Desde que surgiu no Facebook, em 2014, a função “salvar link” vem causado problemas nos servidores da rede social. Isso porque milhões de links são salvos todas as semanas e nunca são lidos, o que tem sobrecarregado até mesmo os servidores mais potentes da sede do Facebook, na Califórnia. Um usuário da rede social salva em média, por semana, 82 links para abrir quando estiver com mais tempo, acontece que as pessoas se esquecem e acabam não abrindo os links nunca mais. Até hoje.

Martha Rodrigues, uma carioca viciada na rede social, decidiu ler todos os links salvos em seu perfil e desafiou cientistas do mundo inteiro, que agora estudam o fenômeno e estão prestes a mudar a história.

“Estamos examinando todos os pontos do cérebro de Martha e esperamos que uma solução para o problema seja apresentada já nos próximos meses. Ela abriu todos os 812 posts que salvou nos últimos 3 anos e isso é um marco para a Ciência” disse o cientista britânico Mark Roderick, chefe de pesquisa.

Eles não entendem exatamente o que fez com que Martha quebrasse o padrão, mas estão dispostos a estudar e entender o fenômeno. Eles acreditam ainda que conseguirão descobrir como fazer com que as pessoas vejam vídeos de receitas rápidas e, de fato, façam as receitas em casa.