CCJ: Temer vive emoção de alguém votar nele para ser presidente pela primeira vez

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara acaba de rejeitar o relatório do deputado Sérgio Zveiter que recomendava o encaminhamento da denúncia de crime de corrupção contra Temer para o Supremo.

O placar foi de 40 votos a 25. Temer foi visto dando pulinhos no palácio do Planalto após acompanhar a votação pela TV.

“Alguém me belisca para ver se eu estou vivo”, disse Temer. Um assessor confirmou que ele continuava morto, como sempre esteve desde que foi mordido pelo Conde Drácula em 1765.

Temer viveu a emoção de 40 brasileiros votarem para que ele seja presidente. “Não é todo dia que você tem uma votação tão expressiva”, disse. Sempre generoso com amigos, Temer comemorou distribuindo emendas para os deputados que votaram em favor dele: “Pode pedir dinheiro até para construir aeroporto de ovni que eu topo”, disse.

Mas um problema surgiu após a votação: a falta de espaço para guardar tantos deputados. “Às vezes a gente compra as coisas sem pensar”, disse. “Para que 40, se 34 bastariam?”