Kátia Abreu pede volta da energia para ligar motosserra e partir mesa do Senado ao meio

As senadoras de oposição Gleisi Hoffmann, Lídice da Mata, Vanessa Grazziotin, Fátima Bezerra, Kátia Abreu e Regina Sousa tomaram conta da mesa do Senado para evitar a votação da reforma trabalhista há mais de seis horas.

Por isso, o presidente Eunício Oliveira mandou desligar a energia da Casa, o que já ocorre há pelo menos cinco horas. Neste meio tempo, mais de 300 carteiras e 200 celulares foram roubados.

A senadora Kátia Abreu pede a volta imediata da energia elétrica para “dar um basta de vez nessa palhaçada”. “Trouxe aqui a Katinha, minha motosserra de estimação e vou partir essa mesa no meio. Quero ver aprovar reforma sentado no chão no meio de um monte de cavaco”, disse. “Eu não ganhei o prêmio de Motosserra de Ouro do Greenpeace à toa.”

Com o clima de bagunça e a escuridão, o senador Romário já mandou trazer vodca com energético pra animar a balada;