PF investiga por onde andam Gracyanne Barbosa, Andressa Urach e ex-BBBs um mês após fim do Ego

Um mês após o fim do site Ego, responsável por manter vivas as carreiras das subcelebridades brasileiras, a Polícia Federal resolveu abrir um inquérito para investigar por onde andam as personagens que, semana após semana, estampavam as páginas do portal. O sumiço de algumas delas teria feito com que milhares de pessoas ligassem para as autoridades nas últimas semanas, dando queixa de seus desaparecimentos.

Dentre as subcelebridades que as pessoas mais sentiram feita estão Gracyanne Barbosa, Andressa Urach e a ex-BBB Emilly Araujo, que mesmo após vencer a última edição do reality show, não decolou com sua carreira. O motivo, de acordo com os fãs da cantora, seria o fim do Ego.

“Não é justo. Todas as outras edições contaram com a cobertura do Ego, agora que ele não existe mais, Emilly foi esquecida após sair da casa. Como saberemos em que lugar da Barra ela foi vista? Ou em qual shopping ela estacionou seu carro? Queremos justiça pela Emilly” diz uma das responsáveis por administrar um fã clube de Emilly, que não é atualizado hpa um mês por não possuir nenhuma informação da ex-BBB para postar.

Outros ex-BBBs também manifestaram sua indignação nas redes sociais. Infelizmente ninguém leu, mas reclamaram que fizeram implantes no corpo eque não terão lugar para mostrar sem ser no Ego. Outros afirmaram que o número de jabás recebidos de empresas caiu cerca de 99,9%, já que não serão mais clicados de forma completamente “espontânea” usando os presentinhos das marcas.

Boatos nas redes sociais dizem que Gracyanne, após o fim do Ego, largou a vida fitness e que Andressa Urach saiu da igreja evangélica a qual frequentava há um ano. De acordo com fontes próximas, elas não precisam mais se esforçar tanto, já que ninguém mais liga para o que elas estão fazendo.