15 tweets que tentam explicar a loucura das últimas horas da política nacional

A delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos do grupo JBS, movimentou a política nacional na noite de ontem. Gravações que mostram o presidente Michel Temer dando aval para que o silêncio de Eduardo Cunha fosse comprado, mediante uma mesada após sua prisão, foi entregue à PGR e caiu como uma bomba em Brasília. Uma das gravações ainda mostra o senador Aécio Neves pedindo R$ 2 milhões aos empresários, alegando que precisava da quantia para pagar sua defesa na Lava Jato.

Após o anúncio das gravações chegar à mídia, além de lotar ruas de todo o país para pedir o impeachment de Temer, o brasileiro ainda arrumou tempo para fazer aquilo que faz de melhor: zoeira. E se você não entendeu nada até aqui, esses 15 tweets tentam explicar mais ou menos o que aconteceu de lá pra cá.

08

Quando nem a ficção consegue ser tão boa quanto a realidade.

  Por volta das 20h de ontem, nossos corações pararam por alguns instantes. 10 E aí o trabalho da internet começou. 05 Nossos maiores ídolos se juntaram para ajudar o Brasil nesse momento. 04 Quantos Wesleys e Joesleys serão batizados hoje no Brasil em homenagem a esses dois heróis? 02 Contra fatos não há argumentos.  

O clima em Brasília não era dos melhores.

03

Aparentemente Dilma recebeu as notícias com muito bom humor e comemorou.

E comemorou muito! 06 Cuidado ao receber qualquer vídeo no WhatsApp. Pode ser um golpe. 11 “Gravações de Temer roubando grampeadores é entregue em delação” 07 Temer, Sashay Away. 09 Quanto mais desgovernado está o trem, mais a gente ri porque nada nos impede. 12 E no meio dessa loucura toda, ainda teve gente que arrumou tempo para lamentar. 13 Mas fiquem tranquilos, se tudo der certo, ano que vem tem mais.  

Acabou, gente. Sobe os créditos.

@rodpocket