João Santana diz que precisou de caixa 3 para conseguir eleger Dilma

O marqueteiro João Santana afirmou em depoimento ao juiz Sérgio Moro que recebeu recursos de caixa 2 da Odebrecht para as campanhas do PT à presidência desde a reeleição de Lula.

João Santana também disse que, para conseguir eleger Dilma, precisou de uma verba extra, um “caixa 3”, para contratar não apenas redatores mas também cientistas da Nasa, a equipe técnica do Real Madrid, 15 ganhadores prêmios Nobel e três extra-terrestres para “dar uma força na campanha, porque estava difícil”.

Leia também:  Lembrado novamente pela justiça, Maluf volta a sorrir

 

João também disse que gastou o dinheiro do caixa 3 com engenheiros especializados em postes para ajudar a moldar a imagem da ex-ministra de Minas e Energia.

 

Sensacionalista em vídeo

Inscreva-se no nosso canal e não perca mais nenhum vídeo