Greve de roteiristas nos EUA já preocupa mais a população que possível Terceira Guerra Mundial

Aconteceu ontem em Los Angeles a votação do Sindicado dos Roteiristas para iniciar uma nova greve ec om mais de 900 membros do sindicato presentes, há fortes indícios de que uma nova greve será autorizada. A última greve de roteiristas aconteceu em 2007 e paralisou a produção de mais de 20 séries e programas da TV norte-americana, incluindo títulos de peso como The Big Bang Theory, Lost, How I Met Your Mother, Prison Break, House, entre outras. A greve já preocupa mais que uma possível Terceira Guerra.

“Nós temos acompanhado os noticiários e como Trump tem feito com que o mundo todo entre em pânico. No entanto, a greve dos roteiristas já preocupa muito mais. Em momentos de crise e sofrimento, só as séries salvam” disse Howard Rodman, presidente do sindicato.

Leia também:  Papa Francisco surpreende mais uma vez e recebe o Capiroto

Greves ao redor do mundo inteiro já foram agendadas para protestar contra a greve dos roteiristas. De acordo com líderes do movimento nos cinco continentes, as séries não apenas entretêm, elas educam.

“Eu, por exemplo, sou formado em medicina por treze temporadas de Grey’s Anatomy. Uma tia minha é formada em direito por How to get Away with Murder e tenho um amigo na Índia que está no terceiro ano de Ciências Políticas por House of Cards. As séries levam o acesso à educação a locais inimagináveis” argumenta Joseph Reynolds, líder no Reino Unido.

Informações dão indícios de que a greve deve acontecer já no dia 1º de maio. Espera-se que a Terceira Guerra aconteça antes e dizime a humanidade para evitar tanto sofrimento.

Sensacionalista em vídeo

Inscreva-se no nosso canal e não perca mais nenhum vídeo