Nova delação de R$ 50 milhões faz Aécio finalmente estar em primeiro em alguma coisa

Uma nova delação da Odebrecht, revelada hoje pela Folha de São Paulo, finalmente colocou Aécio Neves no pódium. O ex-presidente da empreiteira Marcelo Odebrecht e executivos da companhia contaram em suas delações que teriam acertado com o senador o repasse de R$ 50 milhões.

O dinheiro seguiria depois que o grupo vencesse a construção de uma hidrelétrica em Rondônia, em 2007. O senador nega as acusações e diz que não tinha influência sobre a obra. A revelação do acerto consta no pedido de investigação da lista de Janot.

Leia também:  Próximo protesto do MBL sem 'Fora Temer' caberá numa Kombi, diz especialista

Ao contrário das previsões, Aécio não foi o primeiro a ser comido. Mas, agora, finalmente, está em primeiro lugar. A soma de suas delações já seria suficiente para abater a dívida do continente africano. “Estamos pensando em adiar a reforma da previdência se tudo isso for verdade e conseguirmos recuperar todo o dinheiro”, disse um investigador.

Mais notícias sobre Aécio Neves no Sensacionalista.

 

Sensacionalista em vídeo