Sobe para 89 o número de famílias do MST que pretendem invadir a sala de Ana Hickmann

Até a manhã desta sexta-feira, a Polícia Militar de São Paulo contabilizou mais de 300 pessoas, de 89 famílias diferentes do MST, que estão acampadas na porta da casa de Ana Hickmann esperando o momento certo para invadir.

A cobertura da ação está sendo feita por helicópteros da polícia e de três redes de televisão, que vêm acompanhando a procissão que já tem cerca de 17 quilômetros de ativistas a caminho da casa da apresentadora.

“A gente não quer a casa toda, só quer a sala. Tem que aprender a dividir. Nós já estamos fazendo o planejamento do nosso acampamento por lá que, além das casas, vai contar com restaurante, quadra poliesportiva, duas igrejas e um supermercado Pão de Açúcar” contou o líder do movimento.

Leia também:  Próximo protesto do MBL sem 'Fora Temer' caberá numa Kombi, diz especialista

O prefeito João Doria foi chamado para conversar pacificamente com os ativistas e já se encaminha ao local para conversar pacificamente com a multidão.

“Ainda não consegui encontrar um uniforme do MST que me caiba, assim que conseguir, estarei lá” disse Doria.

Sensacionalista em vídeo