Drone treinado por Obama para matar sírios não quer obedecer a Trump

Um dos drones treinados por Barack Obama para efetuar ataques na Síria nos últimos seis meses não está obedecendo aos comandos do novo dono, de acordo com fontes ligadas ao Pentágono.

O drone de nome XR3-HUE, treinado desde filhote por Obama para efetuar ataques na Síria, foi um dos que acabou matando pelo menos 300 civis sírios, entre elas muitas crianças. Os dados são da anistia internacional.

Obama teve que chamar um caminhão de mudanças extra para carregar as almas dos inocentes que ele matou como líder do exército norte-americano durante os oito anos em que foi presidente. A equipe de mudanças acabou derrubando o Nobel da paz de Obama antes de encaixotá-lo porque este estava cheio de sangue.

Trump tentou ganhar a confiança do drone de Obama que matou centenas de civis com biscoitos e a promessa do controle de um poço de petróleo no Kuwait, mas o drone não respeitou o novo dono.

Segundo testemunhas, o drone, irritado, teria feito xixi na mesa do salão oval e tirado fotos de Trump pegando sol no quintal da Casa Branca usando nada mais que um capuz branco com buracos para os olhos enquanto uma cruz ardia em chamas.

M Zorzanelli

Sensacionalista em vídeo

Inscreva-se no nosso canal e não perca mais nenhum vídeo