Trump resolve adiantar sua despedida só para fazer discurso contrário ao de Obama

​A dez dias de deixar seu cargo, Barack Obama fez ontem seu último discurso como presidente dos EUA. Ele alertou que a democracia americana está ameaçada e que é preciso ter um senso de solidariedade.”É reconhecer que os efeitos da escravidão não desapareceram imediatamente na década de 1960, que as minorias não praticam racismo reverso ou o politicamente correto e que os manifestantes pelo aumento do salário mínimo não querem tratamento especial, mas tratamento igual assim como prometeram nossos fundadores”.

Ao assistir ao discurso de Obama, Trump sentiu uma forte necessidade de fazer um discurso se contrapondo ao do presidente democrata. Para isso, ele não pensou duas vezes e decidiu adiantar sua despedida para também fazer seu discurso.

“Nao concordo com nada que o Obama falou e quero dar minha opinião também, custe o que custar”, disse Trump.

Sendo sucedido por Trump, Obama deverá ter sua imagem mais positiva na memória do mundo que Gandhi e Jesus Cristo. 

Comente com Facebook