Nova coleção da Melissa pode substituir métodos anticoncepcionais, diz especialista

A celebrada marca de sandálias femininas Melissa, um dos ícones dos anos 80, lançou uma coleção que dividiu os internautas. 

Considerada “conceitual demais” por alguns influenciadores, os calçados foram atacados sem razão, de acordo com um especialista. 

“Esta nova coleção está alinhada com a necessidade de se atentar para o controle populacional”, diz o antropólogo Sandro Matias, do Instituto Tecnológico da Aeronáutica. 

“Além da sandália com a pomba do espírito santo, que remonta a valores de pureza e da bota de cantora sertaneja gospel, que invoca um estilo de vida cristão que espera para fazer sexo após o casamento, eles lançaram uma pochete, sinal claro de que o objetivo é evitar o intercurso sexual”, completou. “A Humanidade agradece.”

Segundo pesquisas, o uso de pochete em homens é 130% mais eficaz como método anticoncepcional do que a vasectomia, a camisinha e a tabelinha combinados.”

M Zorzanelli