O piloto brasileiro Felipe Massa, da escuderia Williams, anunciou hoje sua aposentadoria após 14 anos na Fórmula 1. O ex-companheiro de Schumacher na Ferrari e vice-campeão em 2008 deve, portanto, continuar em 2017 fazendo o que já faz há alguns anos: não vai correr na F-1.

Massa anunciou a aposentadoria, mas talvez não consiga colocar o plano em prática. Tudo porque o presidente Michel Temer tenta aprovar um pacote de mudanças na previdência. Talvez Massa tenha que trabalhar mais cinco anos antes de poder se aposentar.

Caso não consiga se aposentar pelo INSS, Massa deve trabalhar como vigia de tartarugas e usar o tempo livre para rodar um documentário sobre a vida dos caramujos.