Britney e Katy Perry lançam músicas na madrugada e gays ganham direito de se atrasar no trabalho

Foi anunciado ontem que Britney Spears lançaria, à meia-noite, seu novo single “Make Me…” em parceria com o rapper G-Eazy. Se isso já não fosse motivo suficiente para que gays do mundo inteiro permanecessem acordados até tarde, Katy Perry decidiu afrontar a princesa do pop e lançar também a música “Rise”, que será utilizada pela rede de TV americana NBC durante exibição dos Jogos Olímpicos Rio 2016, no mesmo horário.

Tão importante quanto política, guerras e religião, o duelo das divas do pop na luta pelo #1 das paradas rendeu aos gays brasileiros o direito de chegarem atrasados em seus trabalhos hoje, de acordo com uma publicação na página oficial do Ministério do Trabalho no Facebook.

“Reconhecemos a importância do acontecimento. Esse tipo de evento acontece apenas uma vez a cada três anos e já pode ser considerada a copa do mundo dos gays. Em 2013 Katy Perry lançou sua música ‘ROAR’ no mesmo dia do lançamento de ‘Applause’, da Lady Gaga. Podemos ver aqui um padrão na carreira de Katy, querendo tombar as inimigas. Embora ela tenha sambado na Gaga em 2013, confirmamos que Britney lacrou dessa vez” 

Mostrando-se favorável ao lançamento de Britney Spears, o Ministério do Trabalho pediu que os fãs fiquem em casa e ajudem “Make Me…” a permanecer no topo da Billboard.

“Migas, quem precisar muito ir para o trabalho, pode chegar atrasado. Aqueles que puderem ficar em casa hoje, não terão seus dias descontados, porém precisam usar o tempo que gastariam no trabalho pra divulgar a música, ok? #BuyMakeMeOniTunes” finaliza o post.