Depois das informações obtidas pela agência de inteligência brasileira, a Abin, sobre um possível ataque do Estado Islâmico, ISIS, no Brasil, uma nova informação foi registrada. Uma mensagem do grupo terrorista interceptada pela agência diz que o plano foi abortado.

“Concluímos, ao estudar a situação sócio-econômica do Brasil e a atuação dos políticos ao longo desses anos e anos de República e também toda a exploração desde que o país foi descoberto, que não temos como competir com o que já acontece por lá”, diz a nota.

De qualquer forma, as Forças Armadas brasileiras estão em prontidão: alguns agentes de segurança acreditam que a conclusão do ISIS pode levá-los a atacar aquele que compete com eles e atacar o centro do Poder em Brasília.