Judas opta pela delação premiada e entrega Jesus na Operação Lava Mãos

O apóstolo Judas Iscariotes optou pelo benefício da delação premiada e decidiu entregar Jesus na operação Lava Mãos coordenada pelo Juiz Poncio Pilatos.

Um agente asiático da polícia federal romana prendeu Jesus após uma reunião com seus discípulos no jardim do Getsêmani e o conduziu coercitivamente para a carceragem. Especula-se que pela delação Judas tenha recebido 30 moedas e a exclusão de seu nome da lista de recebimento de propina de carpinteiros.

Jesus aguarda julgamento na prisão e poderá ser condenado à morte caso seja comprovado seu envolvimento no caso do Messialão.

O Sensacionalista está no Youtube. Clique, assine nosso canal e não perca os vídeos!