O Ibama abriu um processo para investigar maus tratos a tucanos durante a passeata de hoje em São Paulo. De acordo com o órgão, os pássaros tiveram suas asas cortadas justamente quando se preparavam para alçar voo. “Estavam colocando as asinhas de fora ainda, coitados. Foi horrível”, disse um membro do Ibama.

A história começou quando Aécio Neves e Geraldo Alckmin foram recebidos com vaias e gritos de “corrupto” quando chegaram à Paulista. Os dois foram convidados a discursar pelo movimento Brasil Livre mas acabaram desistindo.

“Impediram o voo dessas aves. Isso é crime ambiental”, disse um técnico. “Que absurdo, daqui a pouco vão querer colocar tucano na gaiola. Isso não pode”, disse FHC.