Atualmente, várias polêmicas giram ao redor da figura do Padre Fábio de Melo. O Padre fez críticas aos exageros do culto mariano, sendo chamado por alguns de evangélico, além de atacar a homofobia na Igreja. Segundo o Teólogo Ernesto Figueiredo, Fábio de Melo deve se focar agora na luta contra o celibato, visto que o celibato só existe porque foi edificado por padres feios: “Se todos fossem gatos, como o Fabinho, que é como gosto de chamá-lo, com todo respeito, claro, ah, meu Jesus, não ia existir celibato mesmo. E por que homofobia, heim?”

Ernesto Figueiredo busca uma aproximação espiritual com o padre Fábio de Melo: “Quero entender melhor sua vida, sua obra e como faz para cuidar de sua beleza.” O polêmico teólogo defende que muitos padres, seriam virgens mesmo que não fossem padres: “Ah, meu filho, isso é escape, ia ser tudo cabaço do mesmo jeito, não adianta.”, afirmou.

Por Cacofonias