Mais um episódio de animais sendo encontrados dentro da embalagem de produtos. Depois do rato na coca-cola, agora uma mulher de São Paulo diz ter encontrado um filhote de beagle dentro de um estojo de maquiagem recém-comprado. O animalzinho foi encontrado dentro do produto logo na mesma noite que o Instituto Royal foi invadido por ativistas para libertar cãezinhos que estariam sendo utilizados em testes de cosméticos.

O representante do Instituto Royal nega que os cães estivessem sendo utilizados em testes de cosméticos: “aqui na Royal utilizamos os cães para fazer gelatina, somente isso”.