Homem causa polêmica ao imprimir esposa pra si em uma impressora 3D

O norte-americano John Schmidt chamou a atenção de toda a imprensa mundial por ter sido a primeira pessoa a imprimir sua própria esposa em uma impressora 3D. Segundo John, que é programador, ele estava muito solitário, trabalhando um dia após o outro sem sair da frente do computador e resolveu, em um intervalo, imprimir sua esposa que está sendo chamada de Rose.

A grande vantagem do seu projeto é que a esposa saiu exatamente como ele queria. John disse ter juntado partes de várias mulheres que lhe agradavam na tela do computador e imprimiu. Agora, ele tem alguém que limpe a casa, faça sua comida e ainda lhe dê carinho em todo intervalo de trabalho. Os norte-americanos viram com maus olhos a iniciativa: “isso é escravidão, imagina se vira moda todo mundo imprimir pessoas pra que atendam todas as suas vontades. Daqui a pouco vai ter político imprimindo eleitores, comerciantes imprimindo consumidores e o KKK vai querer imprimir negros só para queimar depois.”

Vinícius Antunes