Uma gangue de mulheres está sendo procurada pela polícia da capital paulista. Segundo imagem de câmeras de segurança, elas entravam em elevadores e liberavam flatulências indiscriminadamente. Porém, como mulheres são conhecidas culturalmente por não peidar, conseguiam culpar os homens presentes nos elevadores. Assim que estes homens saíam, elas se divertiam e riam de cair no chão. Há mais de 35 fitas com estas imagens.

Segundo testemunhas, o cheiro era insuportável, não parecia peido de mulher, o que confundia ainda mais as vítimas. Uma moradora da Zona Sul de São Paulo que não quis se identificar falou: “eram mulheres muito bonitas, arrumadas, destas que sequer parecem ter cu, quanto mais peidar. O cheiro era uma mistura de azedo com amargo, forte mesmo, asfixiante.” A polícia já estourou um dos pontos de encontro da gangue, não prendeu ainda nenhuma criminosa, mas encontrou farta quantidade de feijões, queijos, repolho e batata doce.

Vinícius Antunes