Saci passa para medicina pelo sistema de cotas

saciBeneficiado pelo sistema de cotas para negros e para deficientes nas universidades públicas, o Saci Pererê foi aprovado para medicina. A soma das duas reservas de vaga tornou Saci um candidato praticamente imbatível no vestibular.

Saci rebateu as críticas de que o sistema de cotas é injusto, ainda mais quando permite a acumulação de benefícios. “Não sou de tirar vantagem. Eu nunca passei a perna em ninguém. Até porque se eu passar eu caio.”, disse Saci.

O candidato disse que se preparou para o concurso e achou a prova fácil. “Estão dizendo que eu me beneficiei, mas a prova foi muito fácil. Dava para fazer com um pé nas costas.”, afirmou.

Especialistas aplaudiram a entrada de Saci para a faculdade de medicina da Universidadade Estadual do Rio de Janeiro. “Ele é a prova de que o sistema funciona. Tínhamos um menino que não estudava, passava o dia na floresta, usando só um shortinho e fumando. Agora, está na universidade”, disse Manoel Francisco Soares, da ONG Pró-Cotas.

Outro personagem que tentou se beneficiar do sistema de cotas para deficientes não teve a mesma sorte. Apesar da reserva, a Mula sem cabeça não conseguiu sua vaga. “Eu nunca tive cabeça para os estudos”, disse ela.